CEFET - Centro Federal de Educação Tecnológica - AM

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO AMAZONAS

EDITAL Nº. 011, DE 03 AGOSTO DE 2007

CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR DE ENSINO DE 1º. E 2º. GRAUS PARA A UNIDADE SEDE E UNIDADE DE ENSINO DESCENTRALIZADA DE MANAUS E DE COARI/AM

O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO AMAZONAS - CEFET/AM, no uso de suas atribuições legais e considerando as autorizações do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, através da Portaria nº. 123, de 24 de abril de 2007, publicada no Diário Oficial da União -DOU de 26 de abril de 2007, com redação dada pela Portaria nº. 184, de 18 de junho de 2007, publicada no Diário Oficial da União - DOU de 19 de junho de 2007, e do Ministério da Educação, através da Portaria nº. 359, de 21 de junho de 2007, publicada no Diário Oficial da União - DOU de 22 de junho de 2007, torna público o presente Edital contendo normas e procedimentos para a realização do Concurso Público de Provas e Títulos destinado ao provimento de cargo na Carreira de Professor de Ensino de 12. e 22. Graus, nas Classes e Níveis Iniciais, em vagas existentes no Quadro Permanente de Pessoal desta Instituição Federal de Ensino sob a égide da Constituição Federal em seu Art. nº. 37, incisos I, II, III e IV e da Lei nº. 8.112, de 11 de dezembro de 1990, com suas respectivas alterações, para exercício na Unidade Sede, na Unidade de Ensino Descentralizada de Manaus, em Manaus/Amazonas, e na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/Amazonas.

1. DA ÁREA/DISCIPLINA, FORMAÇÃO, Nº. DE VAGAS E CARGA HORÁRIA PARA A UNIDADE SEDE:

ÁREA/DISCIPLINA

FORMAÇÃO

VAGAS

C.H./S

BIOLOGIA: Fisiologia Humana e Comparada; Zoologia

Graduação em Ciências Biológicas com Mestrado em Zoologia, Ecologia, Entomologia, Biologia de Água Doce.

01

DE

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1: Desenvolvimento Web; Análise de Sistemas; Redes de Computadores e Gerência de Projetos de Software

Graduação em Ciência da Computação ou Engenharia da Computação ou Sistemas de Informação ou Desenvolvimento de Software, com Mestrado na área de Ciência da Computação ou Áreas afins.

01

DE

FÍSICA: Fundamentos da Mecânica, Ondas e Fluidos; Fundamentos da Termodinâmica; Fundamentos do Eletromagnetismo; Fundamentos da Mecânica Quântica

Licenciatura ou Bacharelado em Física com Mestrado em Física

01

DE

PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA: Publicidade, Empreendedorismo, Peças Gráficas, Artes Cênicas

Graduação em Comunicação Social, Produção Publicitária ou Áreas afins, com pós-graduação em Design ou Marketing

01

DE

2. DA ÁREA/DISCIPLINA, FORMAÇÃO, nº. DE VAGAS E CARGA HORÁRIA PARA A UNED-MANAUS:

ÁREA/DISCIPLINA

FORMAÇÃO

VAGAS

C.H./S

ELETRÔNICA: Analógica e Digital

Graduação em Engenharia Elétrica ou Eletrônica ou Telecomunicações ou Tecnólogo em Eletrônica ou Telecomunicações ou Áreas afins

01

DE

3. DA ÁREA/DISCIPLINA, FORMAÇÃO, Nº. DE VAGAS E CARGA HORÁRIA PARA A UNED-COARI:

ÁREA/DISCIPLINA

FORMAÇÃO

VAGAS

C.H./S

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 2: Lógica e Técnica de Programação, Estrutura de Dados, Banco de Dados, Operações e Aplicativos, Redes

Graduação Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Informática, Sistemas de Informação ou Desenvolvimento de Software

01

DE

CONSTRUÇÃO CIVIL: Mecânica de Solos

Graduação em Engenharia Civil ou Gestão de Obras ou Tecnologia na Área da Construção Civil

01

DE

4. DA REMUNERAÇÃO (Agosto/2007) E TAXA DE INSCRIÇÃO

4.1. A remuneração, que será a constante na Tabela de Vencimentos do Magistério de 1º. e 2º. Graus nas Classes e Níveis Iniciais, e, a Taxa de Inscrição, obedecerão a tabela abaixo:

CLASSE

NÍVEL

TITULAÇÃO

DEDICAÇÃO EXCLUSIVA - DE

TAXA DE INSCRIÇÃO

C

01

Graduação

R$ 2.365,00

R$ 59,00

C

01

Aperfeiçoamento

R$ 2.442,00

R$ 61,00

D

01

Especialização

R$ 2.664,00

R$ 66,00

E

01

Mestrado

R$ 3.781,00

R$ 94,00

E

01

Doutorado

R$ 4.903,00

R$ 122,00

4.2. As remunerações serão acrescidas de:

a) Auxílio-alimentação, R$ 133,19 (Cento e trinta e três reais e dezenove centavos);

b) Auxílio Pré-Escolar, R$ 66,00 (Sessenta e seis reais) por dependente, até os cinco anos de idade;

c) Auxílio Transporte.

5. DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA NO CARGO

5.1. A investidura do candidato no cargo está condicionada ao atendimento dos seguintes requisitos:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado ou, ainda, no caso de estrangeiro, estar com situação regular no país, por intermédio de visto permanente que o habilite, inclusive, a trabalhar no território nacional;

b) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;

c) Possuir habilitação mínima exigida para a área que irá concorrer para Professor do Ensino de 1º. e 2º. Graus. (Diplomas expedidos por universidade estrangeira deverão estar revalidados e registrados, conforme Legislação pertinente);

d) Estar em gozo dos direitos políticos;

e) Estar quite com as obrigações militar e eleitoral;

f) Possuir aptidão física e mental para o exercício das funções do cargo;

g) Não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade incompatível com a investidura em cargo público federal, prevista no artigo 137, parágrafo único da Lei nº. 8.112/90.

h) Não acumular cargos, empregos e funções públicas, exceto aqueles permitidos pela Constituição Federal, assegurada a hipótese de opção dentro do prazo para posse previsto no § 12. do Art. 13 da Lei nº. 8.112/90;

i) Não estar em débito com o erário;

5.2. Os candidatos de nacionalidade estrangeira deverão ter fluência na língua portuguesa.

5.3. Anular-se-ão, sumariamente, a inscrição e todos os atos dela decorrentes, se o candidato não comprovar que, ATÉ A DATA DA POSSE, satisfaz a todos os requisitos fixados nos itens 5.1 e 5.2, não se considerando qualquer situação adquirida após essa data.

6. DAS INSCRIÇÕES

6.1. A inscrição no Concurso Público implica, desde logo, no conhecimento e a tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital, das quais o candidato não poderá alegar desconhecimento.

6.2. Em Manaus as inscrições estarão abertas no período de 13 a 17 de agosto de 2007, no horário de 9h00 às 17h00, na Gerência de Desenvolvimento de Recursos Humanos - GDRH do CEFET-AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro - Manaus/Amazonas. Em Coari, as inscrições serão realizadas na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. -Bairro da União, instalações do SESCLer, no mesmo período, no horário de 12h00 às 14h00.

6.3. As inscrições para o Concurso Público serão efetuadas de acordo com o item 6.5.1. deste Edital.

6.4. Aos candidatos portadores de deficiências que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do Artigo 37 da Constituição Federal e do Artigo 37 do Decreto Federal 3.298/99, é assegurado o direito de inscrição para o cargo em concurso, cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadores, sendo-lhes reservadas 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas neste Concurso Público.

6.5. Formalização da Inscrição.

6.5.1. Para formalizar a inscrição, o candidato deverá:

a) Acessar a home page www.cefetam.edu.br e consultar o presente Edital de abertura do Concurso Público;

b) Imprimir e preencher a ficha de inscrição e boleto bancário disponíveis na home page www.cefetam.edu.br, e, também na Gerência de Desenvolvimento de Recursos Humanos - GDRH na Unidade SEDE do CEFET/AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, ou na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. - Bairro da União, instalações do SESCLer. A ficha de inscrição deverá ser entregue na GDRH na Unidade SEDE do CEFET/AM ou na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, juntamente com o comprovante do pagamento da taxa de inscrição e a cópia do Registro Geral - RG ou outro documento oficial de identificação que contenha fotografia;

c) O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado através da Guia de Recolhimento da União - GRU ou boleto bancário, junto ao Banco do Brasil, com o código da Unidade Gestora: 153006 - Gestão: 15203 - Código de Recolhimento: 28.830-6;

d) Os candidatos que possuam conta corrente no Banco do Brasil, poderão efetuar o pagamento da Taxa de Inscrição, através do preenchimento da Guia de Recolhimento da União, conforme alínea "c", nos terminais de auto-atendimento e/ou no site daquele banco.

e) O pagamento por meio eletrônico, caso efetuado no último dia do prazo para inscrição, deverá conter a autenticação referente ao dia da inscrição;

f) A entrega presencial dos documentos de que trata a alínea "b", deverá ser feita no período de 13 a 17 de agosto de 2007, das 09h00 às 17h00, na GDRH do CEFET-AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro - Manaus/Amazonas. Para os candidatos inscritos no Município de Coari/AM, a documentação de que trata a alínea "b", deverá ser entregue na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. - Bairro da União, instalações do SESCLer, no mesmo período e horário;

6.5.2. As informações prestadas na Ficha de Inscrição são de inteira responsabilidade do candidato, dispondo o CEFET-AM do direito de excluir do Concurso aquele que não preenchê-la de forma completa, correta e legível ou fornecer dados comprovadamente inverídicos.

6.5.3. A taxa de inscrição, uma vez paga, só será restituída em caso de revogação ou anulação plena do Concurso.

6.5.4. Não será válida a inscrição, cujo pagamento seja realizado em desacordo com as condições previstas neste Edital.

6.5.5. O candidato só poderá se inscrever em uma das áreas especificadas nos Itens 1, 2 ou 3 deste Edital. Havendo mais de 01 (uma) inscrição será considerada apenas a mais recente.

7. DAS PROVAS

7.1. Da Estrutura.

7.1.1. O Concurso Público abrangerá as seguintes provas:

a) Prova Escrita (eliminatória e classificatória);

b) Prova de Desempenho Didático (eliminatória e classificatória); e

c) Prova de Títulos (classificatória).

7.1.2. As provas serão avaliadas por Banca Examinadora constituída de 03 (três) membros, pertencentes a cada área/disciplina.

7.1.3. Em nenhuma das provas do Concurso Público será admitida comunicação direta ou indireta entre os candidatos.

7.1.4. Os candidatos deverão comparecer ao local designado para as provas com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário previsto para o início dos trabalhos, munido dos originais do documento oficial de identidade e do comprovante de pagamento referente à taxa de inscrição, caneta esferográfica azul ou preta e demais materiais necessários à realização da prova.

7.1.5. Não haverá, sob qualquer pretexto, segunda chamada para nenhuma das provas e/ou realização das mesmas fora dos locais e horários determinados.

7.1.6. Todas as convocações e publicações de resultados, parcial e final, serão divulgadas na Portaria da Unidade SEDE do CEFET-AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. -Bairro da União, instalações do SESCLer, e na Internet, no endereço www.cefetam.edu.br.

7.1.7. Por ocasião do resultado da Prova Escrita, será divulgada a data, o horário e o local do sorteio da ordem de apresentação da prova de Desempenho Didático.

7.2. Da Prova Escrita.

7.2.1. A Prova Escrita será realizada no dia 02 de setembro de 2007, com duração de 04 (quatro) horas, no horário de 9h00 às 13h00.

7.2.2. A Prova Escrita será destinada a avaliar os conhecimentos do candidato, assim como sua capacidade de expressão em linguagem técnica, que deverá estar de acordo com as regras da gramática normativa da Língua Portuguesa.

7.2.3. A Prova Escrita será realizada na Unidade SEDE do CEFET-AM, situada a Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, para os candidatos que se inscreverem em Manaus para as vagas disponíveis para a Unidade SEDE, UNED-Manaus e UNED-Coari.

7.2.4. Para os candidatos inscritos em Coari para as vagas disponibilizadas para aquela Unidade de Ensino Descentralizada, a Prova Escrita será realizada somente naquela Unidade de Ensino, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. - Bairro da União, instalações do SESCLer.

7.2.5. Para os candidatos que fizerem sua inscrição em Coari para as vagas destinadas à Unidade SEDE e UNED-Manaus a prova será realizada em conformidade com o item 7.2.3.

7.2.6. A Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório, será discursiva e constará de:

a) 04 (quatro) questões discursivas;

b) 01 (um) texto dissertativo, que deverá conter no mínimo 20 (vinte) e no máximo 30 (trinta) linhas.

7.2.7. Tanto as 04 (quatro) questões discursivas quanto o texto dissertativo versarão sobre assuntos pertinentes à área para a qual o candidato prestará concurso.

7.2.8. O resultado da Prova Escrita será divulgado até o dia 17/09/2007, às 16h00, na Portaria da Unidade SEDE do CEFET/AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. -Bairro da União, instalações do SESCLer, e na Internet, no endereço www.cefetam.edu.br.

7.2.9. A Prova Escrita, eliminatória e classificatória, valerá de O (zero) a 100 (cem) pontos, devendo o candidato obter, no mínimo, 50% (cinqüenta por cento) dos mesmos.

7.2.10. Será facultado ao candidato apresentar um único recurso quanto ao resultado da Prova Escrita no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, a contar da sua divulgação. O recurso, fundamentado, será dirigido ao Diretor-Geral do CEFET-AM e entregue na Unidade SEDE do CEFET-AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, devidamente protocolado.

7.3. Da Prova de Desempenho Didático

7.3.1. Prestarão a Prova de Desempenho Didático os candidatos aprovados na Prova Escrita, em ordem decrescente de classificação.

7.3.2. A Prova de Desempenho Didático será classificatória e eliminatória, valendo de O (zero) a 100 (cem) pontos e consistirá de uma aula de 45 (quarenta e cinco) a 60 (sessenta) minutos, ministrada para alunos do CEFET-AM, perante uma Banca Examinadora composta por 03 (três) professores da Área/Disciplina para a qual o candidato concorre.

7.3.3. A Prova de Desempenho Didático será realizada na Unidade SEDE do CEFET-AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, para os candidatos que se inscreverem em Manaus para as vagas disponíveis para a Unidade SEDE, UNED-Manaus e UNED-Coari.

7.3.4. Para os candidatos inscritos em Coari para as vagas disponibilizadas para aquela Unidade de Ensino Descentralizada - UNED-Coari, a prova de Desempenho Didático será realizada somente naquela Unidade de Ensino, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. - Bairro da União, instalações do SESCLer.

7.3.5. O calendário da Prova de Desempenho Didático, no qual constará o dia do sorteio do tema, a data e o horário da prova, será afixado na Portaria da Unidade SEDE do CEFET-AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, e na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. - Bairro da União, instalações do SESCLer, quando da divulgação do resultado da Prova Escrita.

7.3.6. O sorteio do tema será realizado 24 (vinte e quatro) horas antes da Prova de Desempenho Didático nos locais onde as provas serão realizadas.

7.3.7. O candidato deverá se apresentar para a Prova de Desempenho Didático, munido de comprovante de inscrição, documento oficial de Identidade, e entregar o Plano de Aula, em 03 (três) vias, antes do início desta.

7.3.8. Não será permitida a presença, no recinto da prova, dos demais candidatos e de pessoas não previstas no item 7.3.2. deste Edital.

7.3.9. Será habilitado na Prova de Desempenho Didático o candidato que obtiver, no mínimo, 50 (cinqüenta) pontos.

7.3.10. A banca examinadora poderá fazer argüições ao candidato sobre o tema sorteado.

7.3.11. Não caberá recurso para a Prova de Desempenho Didático.

7.4. Da Prova de Títulos.

7.4.1. Os títulos terão os pontos atribuídos de forma não cumulativa, de acordo com o quadro a seguir:

ITEM

TÍTULO

PONTOS

a)

Certificado de Curso de Aperfeiçoamento (180h/a)

15

b)

Certificado de Curso de Especialização (360h/a)

20

c)

Diploma de Mestrado, obtido em curso credenciado pelo Conselho Nacional de Educação, ou, quando estrangeiro, devidamente revalidado

40

d)

Diploma de Doutorado, obtido em curso credenciado pelo Conselho Nacional de Educação, ou, quando estrangeiro, devidamente revalidado

60

e)

Curso Específico na Área/Disciplina (40h/a) (máximo 02)

05

f)

Produção Científica (máximo 02 trabalhos publicados nos últimos 05 anos)

05

g)

Experiência Profissional: (máximo: 20 pontos)

 

Até 3 anos de efetiva atividade docente

05

De 4 a 6 anos de efetiva atividade docente

10

De 7 a 10 anos de efetiva atividade docente

15

A partir de 11 anos de efetiva atividade docente

20

7.4.2. Os títulos deverão ser apresentados, originais e cópias, obedecendo a seqüência disposta no item anterior, nos dias e horários a serem definidos pela Comissão Central do Concurso Público, na GDRH da Unidade SEDE do CEFET/AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro.. Para os candidatos inscritos no Município de Coari/AM, a documentação deverá ser apresentada da mesma forma na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari, situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. - Bairro da União, instalações do SESCLer;

7.4.3. Os originais dos títulos, após a devida conferência, serão devolvidos ao candidato, bem como, o Recibo Comprobatório de Entrega de Títulos;

7.4.4. Não serão aceitos títulos entregues fora do período determinado pela Comissão Central ou sem a devida comprovação.

7.4.5. Os Títulos serão avaliados por Banca Examinadora criada para esse fim e valerão de O (zero) a 100 (cem) pontos.

7.4.6. Em nenhuma hipótese serão aceitas DECLARAÇÕES relativas às alíneas do item 7.4.1.

8. DO RESULTADO FINAL DAS PROVAS

8.1. O resultado final das provas será divulgado na Portaria da Unidade SEDE do CEFET/AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, na Unidade de Ensino Descentralizada de Coari/AM - UNED/Coari situada na Estrada Coari/Mamiá, s/nº. - Bairro da União, instalações do SESCLer, e no site www.cefetam.edu.br.

8.2. A pontuação final de cada candidato será a média simples dos pontos obtidos nas provas, com os pesos estabelecidos:

a) Prova Escrita (peso 2);

b) Prova de Desempenho Didático (peso 2);

c) Prova de Títulos (peso 1).

9. DA HABILITAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO FINAL

9.1. Será habilitado o candidato que obtiver, no mínimo, 50 (cinqüenta) pontos.

9.2. Havendo empate, terá preferência, para efeito de classificação, sucessivamente, o candidato que:

9.2.1. Obtiver maior número de pontos na Prova de Desempenho Didático;

9.2.2. Obtiver maior número de pontos na Prova de Conhecimentos Específicos;

9.2.3. Possuir maior tempo de experiência de ensino;

9.3. A Banca Examinadora emitirá parecer final e ata contendo registro das ocorrências da Prova Escrita, da Prova de Desempenho Didático e da Prova de Títulos, relacionando expressamente os candidatos habilitados com a respectiva classificação, e os inabilitados.

9.4. O julgamento da Banca Examinadora é definitivo, salvo em caso de inobservância das presentes normas. Nesta hipótese caberá recurso ao Diretor-Geral do CEFET-AM.

9.5. O recurso fundamentado será dirigido ao Diretor-Geral do CEFET-AM e entregue na Unidade SEDE do CEFET/AM, situada à Av. Sete de Setembro, 1975 - Centro, devidamente protocolado, devendo ser interposto no prazo improrrogável de 48 (quarenta e oito) horas após a publicação do Resultado Final do Concurso Público. O Diretor-Geral do CEFET-AM, antes de proferir a sua decisão, poderá ouvir a Banca Examinadora.

9.6. O Diretor-Geral do CEFET-AM poderá, fundamentadamente, anular o resultado do Concurso Público, não cabendo aos candidatos a pertinência da invocação de direito adquirido.

9.7. O resultado final do Concurso Público será encaminhado ao Diretor-Geral do CEFET-AM para publicação e demais procedimentos cabíveis.

9.8. A classificação do candidato não assegurará o direito ao seu ingresso automático no cargo para o qual se habilitou. O CEFET-AM reserva-se o direito de chamar os habilitados, na rigorosa ordem de classificação, conforme as necessidades da administração.

10. DA HOMOLOGAÇÃO

10.1. O Diretor-Geral do CEFET-AM homologará e divulgará, através do Diário Oficial da União - DOU o resultado final dos candidatos aprovados no Concurso Público.

11. DO PROVIMENTO DOS CARGOS E DO APROVEITAMENTO DOS CANDIDATOS HABILITADOS

11.1. O provimento dos cargos dar-se-á nos Níveis e Classes Iniciais da Carreira de Professor de Ensino de 12. e 22. Graus.

11.2. O candidato classificado será nomeado através de Portaria publicada no Diário Oficial da União - DOU e convocado por telefone, e-mail ou correspondência enviada ao endereço constante na Ficha de Inscrição. O CEFET-AM não se responsabiliza pela mudança de telefone, e-mail ou endereço sem comunicação prévia, por escrito, por parte do candidato.

11.3. O candidato, ao ser nomeado para o cargo, somente poderá tomar posse se:

a) Atender a todos os requisitos exigidos no subitem 5.1 deste Edital;

b) For julgado física e mentalmente apto, após inspeção médica oficial, conforme Atestado Médico emitido pelo Serviço Médico do CEFET-AM.

c) Aceitar ministrar aulas em dois turnos.

12. DA VALIDADE

12.1. O prazo de validade do Concurso Público será de 01 (um) ano, podendo ser prorrogado por igual período, contado a partir da data de publicação da homologação do mesmo. (Decreto nº. 4.175, de 27 de março de 2002, publicado no DOU de 28/03/2002 e Portaria nº. 450, de 06 de novembro de 2002, publicada no DOU de 07/11/2002).

13. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

13.1. A inexatidão ou a falsidade documental, ainda que verificadas posteriormente à realização do Concurso, implicará na eliminação sumária do candidato, sendo declarada nula, de pleno direito a inscrição e todos os atos dela decorrentes.

13.2. Será excluído do Concurso, o candidato que:

a) Não cumprir todas as disposições contidas neste Edital;

b) Agir com incorreção ou descortesia para com qualquer membro da equipe responsável pelo Concurso;

c) Deixar de comparecer a qualquer uma das etapas do referido Concurso Público;

d) Usar de meios fraudulentos durante as provas.

13.3. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Central do Concurso Público, ouvida, se for o caso, a Procuradoria Federal do CEFET-AM.

JOÃO MARTINS DIAS
Diretor-Geral

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BIOLOGIA - Fisiologia Humana e Comparada; Zoologia

CONTEÚDOS:

1. Estudo dos invertebrados - caracterização de aspectos morfológicos, fisiológicos, filogênicos e evolutivos dos animais.

2. Ciclos biológicos e fisiologia. Sistemática e ecologia dos invertebrados; diversidade, os platyhelmintos, nemathelmintos, moluscos, anélidos e equinodermos, insetos, aracnídeos e miriápodos.

3. Estudo dos vertebrados - Filo chordata; cyclostomata, chondrichthyes, osteichthyes, amphibia, reptilia, aves e mammalia: características gerais, anatomia; fisiologia e ecologia - habitat e comportamento. Sistemática.

4. Fisiologia geral e comparada - Sistemas funcionais orgânicos, seus mecanismos de controle e integração fisiológica nos sistemas biológicos dos seres vivos.

REFERÊNCIAS:

BERNE, R. M. Fisiologia. Rio de Janeiro: Guanabara, 1990.

BUZZI, J.Z. & MIYAZAKI. Entomologia didática. Curitiba: Ed. da UFPR, 1999. 306p.il.

GUYTON, C.A. Fisiologia e Mecanismos de Doenças. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

GUYTON, C.A. Fisiologia Humana. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1985.

ORR, R. T. Biologia dos vertebrados. São Paulo: Roca, 1986.

PAPAVERO, N. Fundamentos práticos de taxonomia zoológica: coleções bibliografia, nomenclatura. Belém: Ed. Mus. Par. "emílio goeldi" e sbz., 1983.

RUPPERT, E. E. & BARNES, R. D. Zoologia dos invertebrados. 6 ed. Roca, 1996.

STORER, Tracy I. Zoologia Geral. São Paulo: Nacional, 2003.

LÍNGUA PORTUGUESA

CONTEÚDOS:

Uma vez que a prova para Docente terá caráter discursivo, o candidato deverá produzir seu texto levando em consideração os assuntos a seguir:

1. Estrutura do Texto Dissertativo.

2. Dissertação Argumentativa.

3. Estrutura do Parágrafo.

4. Tipos de Parágrafo.

5. Argumentação.

6. Coesão.

7. Coerência.

8. Ortografia.

9. Acentuação gráfica.

10. Pontuação.

11. Crase.

12. Morfossintaxe: flexão e emprego no contexto da enunciação.

13. Frase, oração e período.

14. Processo de coordenação e de subordinação.

15. Sintaxe de concordância e regência.

16. Semântica: uso apropriado de sinônimos e antônimos.

17. Conotação e denotação.

18. Uso apropriado de referências.

REFERÊNCIAS:

ANDRÉ, Hildebrando A. Gramática Ilustrada. 5. ed. Ed. Moderna, 1997.

CEGALA, Domingos Paschoal. Gramática da Língua Portuguesa. 26. ed. Cia. Ed. Nacional, 1985.

CIPRO NETO, Pasquale. Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale & Ulisses, 1. ed. Ed. Scipione, 1998.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003.

FERREIRA, Mauro. Aprender e Praticar Gramática. FTD, 1992.

GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação. São Paulo: Scipione, 2005.

HOUAISS, Antonio. Minidicionário HOUAISS da Língua Portuguesa. 2. ed. Ed. Objetiva, 2004.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. São Paulo: Scipione, 1998.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 8. ed. Ed. Saraiva, 1999.

CIENCIA DA COMPUTAÇÃO I - Desenvolvimento Web; Análise de Sistemas; Redes de Computadores e Gerência de Projetos de Software

CONTEÚDOS:

1. Conceitos básicos de computação; conhecimentos de Algoritmos e linguagem de programação estruturada e orientada a objetos; Conceitos e utilização de Software livre.

2. Conceitos de Redes de Computadores, Arquiteturas de Redes de Computadores; O modelo de referência OSI e TCP/IP; Projeto e Gerenciamento básico de redes de computadores.

3. Conceitos de Programação Orientada a Objetos (POO): classes e objetos, herança, encapsulamento de dados e polimorfismo; Comandos básicos de Programação Java.

4. Visão geral da UML; Diagramas da UML; Mapeamento UML para JAVA; Modelagem de Dados; Diagramas Entidade-Relacionamento.

5. Conceitos de aplicações Web; Desenvolvimento de páginas WEB; Conhecimentos básicos de HTML, Protocolo http, J2EE, Servlets, XML e Java Server Pages.

6. Conceitos básicos de Engenharia de Software; Requisitos de software; Projeto de software; Gerenciamento de Projetos.

REFERÊNCIAS:

DEITEL, Harvey M. Java Como Programar. Ed.:. Prentice Hall Nacional.

MELO, Ana Cristina. Desenvolvendo Aplicações com UML 2.0. Ed. Brasport

PRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software. Ed. Makron Books

SOMMERVILLE, Ian. Engenharia de Software. Ed.: Addison-Wesley

SOUSA, Lindeberg S. Redes de Computadores: Dados, Voz e Imagem. Ed. Érica

TANENBAUM, Andrew S. Redes de Computadores. Ed. Campus

TODD, Nick e SZOLKOWASKi, Mark. JavaServer Pages Guia do Desenvolvedor. Ed. Campus

LÍNGUA PORTUGUESA

CONTEÚDOS:

Uma vez que a prova para Docente terá caráter discursivo, o candidato deverá produzir seu texto levando em consideração os assuntos a seguir:

1. Estrutura do Texto Dissertativo.

2. Dissertação Argumentativa.

3. Estrutura do Parágrafo.

4. Tipos de Parágrafo.

5. Argumentação.

6. Coesão.

7. Coerência.

8. Ortografia.

9. Acentuação gráfica.

10. Pontuação.

11. Crase.

12. Morfossintaxe: flexão e emprego no contexto da enunciação.

13. Frase, oração e período.

14. Processo de coordenação e de subordinação.

15. Sintaxe de concordância e regência.

16. Semântica: uso apropriado de sinônimos e antônimos.

17. Conotação e denotação.

18. Uso apropriado de referências.

REFERÊNCIAS:

ANDRÉ, Hildebrando A. Gramática Ilustrada. 5. ed. Ed. Moderna, 1997.

CEGALA, Domingos Paschoal. Gramática da Língua Portuguesa. 26. ed. Cia. Ed. Nacional, 1985.

CIPRO NETO, Pasquale. Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale & Ulisses, 1. ed. Ed. Scipione, 1998.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003.

FERREIRA, Mauro. Aprender e Praticar Gramática. FTD, 1992.

GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação. São Paulo: Scipione, 2005.

HOUAISS, Antonio. Minidicionário HOUAISS da Língua Portuguesa. 2. ed. Ed. Objetiva, 2004.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. São Paulo: Scipione, 1998.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 8. ed. Ed. Saraiva, 1999.

FÍSICA - Fundamentos da Mecânica, Ondas e Fluidos; Fundamentos da Termodinâmica; Fundamentos do Eletromagnetismo; Fundamentos da Mecânica Quântica

CONTEÚDOS:

1. Fundamentos de Mecânica

· Cinemática translacional e rotacional

· Dinâmica da partícula

· Princípios de conservação

· Dinâmica da rotação e momento angular

2. Fluidos e Ondas

· Oscilações

· Movimento ondulatório

· Estática e Dinâmica dos Fluidos

3. Fundamentos de Termodinâmica

· Temperatura

· Teoria Cinética

· Leis da Termodinâmica e Aplicações

4. Fundamentos de Eletromagnetismo

· Campo e Potencial Eletrostático

· Campo Magnético

· Equações de Maxwell

· Ondas Eletromagnéticas

· Relatividade

5. Fundamentos de Mecânica Quântica

· Propriedades Ondulatórias da Partícula

· Equação de Schrödinger (E.S.)

· Solução da E.S. para Potenciais Simples

· Operadores e Valores Esperados

· A E.S. para duas ou mais Partículas

· Átomo de Hidrogênio

REFERÊNCIAS:

NUSSENZVEIG, H. M. Curso de Física Básica. Mecânica. 2 ed., S. Paulo: E. Blücher Ltda., 1997, v.1.

NUSSENZVEIG, H. M. Curso de Física Básica. Fluidos, Oscilações e Ondas, Calor. 2 ed., São Paulo: Edgard Blücher Ltda., 1997, v.2.

NUSSENZVEIG, H. M. Curso de Física Básica. Eletromagnetismo. 2 ed., São Paulo: Edgard Blücher Ltda., 1997, v.3.

NUSSENZVEIG, H. M. Curso de Física Básica. Ótica, Relatividade, Física Quântica, 2 ed., São Paulo: Edgard Blücher Ltda., 1997, v.4.

TIPLER, P. A. Física: Mecânica, Oscilações e Ondas, Termodinâmica. 4 ed., Rio de Janeiro: LTC, 2000, v. 1.

TIPLER, P. A. Física: Eletricidade e Magnetismo, Ótica. 4 ed., Rio de Janeiro: LTC, 2000, v. 2.

TIPLER, P. A., Física: Física Moderna, Mecânica Quântica, Relatividade e a Estrutura da Matéria. 4 ed., Rio de Janeiro: LTC, 2000, v. 3.

HALLIDAY, D., RESNICK, R. Fundamentos de Física. vol. 1, 2, 3 e 4, Rio de Janeiro: LTC, 1991, v. 1, 2, 3 e 4.

EISBERG, R., RESNICK, R. Física Quântica: Átomos, Moléculas, Sólidos, Núcleo e Partículas. Rio de Janeiro: Campus, 1979.

EISBERG, R. M., LERNER, L. S. Física: Fundamentos e Aplicações. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1982, v. 1, 2, 3 e 4.

LÍNGUA PORTUGUESA

CONTEÚDOS:

Uma vez que a prova para Docente terá caráter discursivo, o candidato deverá produzir seu texto levando em consideração os assuntos a seguir:

1. Estrutura do Texto Dissertativo. 2. Dissertação Argumentativa. 3. Estrutura do Parágrafo. 4. Tipos de Parágrafo. 5. Argumentação. 6. Coesão. 7. Coerência. 8. Ortografia. 9. Acentuação gráfica. 10. Pontuação. 11. Crase. 12. Morfossintaxe: flexão e emprego no contexto da enunciação. 13. Frase, oração e período. 14. Processo de coordenação e de subordinação. 15. Sintaxe de concordância e regência. 16. Semântica: uso apropriado de sinônimos e antônimos. 17. Conotação e denotação. 18. Uso apropriado de referências.

REFERÊNCIAS:

ANDRÉ, Hildebrando A. Gramática Ilustrada. 5. ed. Ed. Moderna, 1997.

CEGALA, Domingos Paschoal. Gramática da Língua Portuguesa. 26. ed. Cia. Ed. Nacional, 1985.

CIPRO NETO, Pasquale. Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale & Ulisses, 1. ed. Ed. Scipione, 1998.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003.

FERREIRA, Mauro. Aprender e Praticar Gramática. FTD, 1992.

GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação. São Paulo: Scipione, 2005.

HOUAISS, Antonio. Minidicionário HOUAISS da Língua Portuguesa. 2. ed. Ed. Objetiva, 2004.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. São Paulo: Scipione, 1998.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 8. ed. Ed. Saraiva, 1999.

PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA - Publicidade, Empreendedorismo, Peças Gráficas, Artes Cênicas ]

CONTEÚDOS:

Comunicação

· O processo da Comunicação

· Teorias da Comunicação Publicidade

· Criação Publicitária

· Planejamento Publicitário

· Elaboração de Textos Publicitários

· Mídia. Processo de Seleção, Características, Feedback

Design

· Comunicação Visual

· Comunicação da Imagem

· Identidade Visual

· Uso de Ferramentas (Softwares Gráficos para Design)

REFERÊNCIAS:

SANT'ANNA Armando. Propaganda. Teoria. Técnica e Prática. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002

PINHO, J.B. Comunicação em Marketing. Campinas, SP: Papirus. 2001

CONTRERA, Malena Segura e TAKAOKI, Osvaldo. Publicidade e Cia. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003

DOMINGOS, Carlos. Criação sem Pistolão. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003

OSTROWER, Fayga. Criatividade e Processos de Criação. Petrópolis, Vozes, 1987

MUNARI, Bruno. Design e Comunicação Visual - Contribuição para uma metodologia didática. São Paulo: Martins Fontes, 1997

BIGAL, Solange. O que é Criação Publicitária. São Paulo: Nobel, 1999

HAUSER, Arnold. Teorias da Arte. Lisboa, 1988

LÍNGUA PORTUGUESA

CONTEÚDOS:

Uma vez que a prova para Docente terá caráter discursivo, o candidato deverá produzir seu texto levando em consideração os assuntos a seguir:

1. Estrutura do Texto Dissertativo.

2. Dissertação Argumentativa.

3. Estrutura do Parágrafo.

4. Tipos de Parágrafo.

5. Argumentação.

6. Coesão.

7. Coerência.

8. Ortografia.

9. Acentuação gráfica.

10. Pontuação.

11. Crase.

12. Morfossintaxe: flexão e emprego no contexto da enunciação.

13. Frase, oração e período.

14. Processo de coordenação e de subordinação.

15. Sintaxe de concordância e regência.

16. Semântica: uso apropriado de sinônimos e antônimos.

17. Conotação e denotação.

18. Uso apropriado de referências.

REFERÊNCIAS:

ANDRÉ, Hildebrando A. Gramática Ilustrada. 5. ed. Ed. Moderna, 1997.

CEGALA, Domingos Paschoal. Gramática da Língua Portuguesa. 26. ed. Cia. Ed. Nacional, 1985.

CIPRO NETO, Pasquale. Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale & Ulisses, 1. ed. Ed. Scipione, 1998.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003.

FERREIRA, Mauro. Aprender e Praticar Gramática. FTD, 1992.

GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação. São Paulo: Scipione, 2005.

HOUAISS, Antonio. Minidicionário HOUAISS da Língua Portuguesa. 2. ed. Ed. Objetiva, 2004.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. São Paulo: Scipione, 1998.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 8. ed. Ed. Saraiva, 1999.

ELETRÔNICA: Analógica e Digital

CONTEÚDOS:

ELETRÔNICA ANALÓGICA

1. Estudo dos diodos: funcionamento, circuitos básicos, determinação de formas de onda dos circuitos com diodos.

2. Diodos especiais: LED, túnel e Zener

3. Estudo dos transistores bipolar e FET: funcionamento básico, formas e cálculos de polarização.

4. Amplificadores operacionais: circuitos básicos (integrador, diferenciador, somador, inversor e não inversor).

5. Fontes de alimentação regulada.

6. Tiristores: SCR, DIAC e TRIAC (circuitos básicos)

ELETRÔNICA DIGITAL

1. Portas lógicas: simbologia, circuitos usando portas lógicas (dado uma expressão lógica) tabelas-verdade, diagrama de tempo

2. Álgebra Booleana

3. Simplificação de expressões usando a álgebra booleana e/ou mapa de karnaugh

4. Circuitos combinacionais: codificadores, decodificadores, multiplexadores demultiplexadores, geradores e testadores de paridade, circuitos aritméticos.

5. Circuitos seqüenciais: flip-flops, contadores, registradores de deslocamento, conversores A/D e D/A e memórias.

6. Princípios de microprocessadores/microcontroladores.

REFERÊNCIAS:

BOYLESTAD, Robert; NASHELSKY, Louis. Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos. 7. ed.

MALVINO, Albet Paul. Eletrônica. São Paulo: Pearson Makron Books. v. I e II.

SEDRA, Adel S.; SMITH, Kenneth C. Microeletrônica. 4. ed. São Paulo: Pearson Makron Books, 2000.

TOCCI, Ronald J.; WIDMER. Neal S. Sistemas Digitais Princípios e Aplicações. 8 ed. São Paulo, 2003.

LÍNGUA PORTUGUESA

CONTEÚDOS:

Uma vez que a prova para Docente terá caráter discursivo, o candidato deverá produzir seu texto levando em consideração os assuntos a seguir:

1. Estrutura do Texto Dissertativo.

2. Dissertação Argumentativa.

3. Estrutura do Parágrafo.

4. Tipos de Parágrafo.

5. Argumentação.

6. Coesão.

7. Coerência.

8. Ortografia.

9. Acentuação gráfica.

10. Pontuação.

11. Crase.

12. Morfossintaxe: flexão e emprego no contexto da enunciação.

13. Frase, oração e período.

14. Processo de coordenação e de subordinação.

15. Sintaxe de concordância e regência.

16. Semântica: uso apropriado de sinônimos e antônimos.

17. Conotação e denotação.

18. Uso apropriado de referências.

REFERÊNCIAS:

ANDRÉ, Hildebrando A. Gramática Ilustrada. 5. ed. Ed. Moderna, 1997.

CEGALA, Domingos Paschoal. Gramática da Língua Portuguesa. 26. ed. Cia. Ed. Nacional, 1985.

CIPRO NETO, Pasquale. Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale & Ulisses, 1. ed. Ed. Scipione, 1998.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003.

FERREIRA, Mauro. Aprender e Praticar Gramática. FTD, 1992.

GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação. São Paulo: Scipione, 2005.

HOUAISS, Antonio. Minidicionário HOUAISS da Língua Portuguesa. 2. ed. Ed. Objetiva, 2004.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. São Paulo: Scipione, 1998.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 8. ed. Ed. Saraiva, 1999.

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 2 - Lógica e Técnica de Programação, Estrutura de Dados, Banco de Dados, Operações e Aplicativos, Redes

CONTEÚDOS:

Lógica e Técnica de Programação:

Introdução

Noções de Lógica;

Conceito de Algorítmo.

Conceitos Básicos

Tipos Primitivos;

Constantes;

Variável: Formação de identificadores; Declaração de Variáveis.

Expressões Aritméticas;

Operadores aritméticos;

Funções matemáticas;

Expressões Lógicas;

Operadores relacionais;

Operadores lógicos;

Tabela verdade;

Comandos de Atribuição;

Comandos de Entrada e Saída;

Blocos.

Estrutura de Controle

Estrutura Seqüencial;

Estrutura de Seleção: seleção simples; Seleção composta; Seleção encadeada.

Estrutura de Repetição: Repetição com teste no início; Repetição com teste no final; Repetição com variável de controle; Comparação entre estrutura de repetição.

Estrutura de Dados

Introdução: Conceito

Variáveis Compostas Homogêneas: Varáveis compostas unidimensionais;

Variáveis compostas multidimensionais

Variáveis Compostas Heterogêneas: Registros; Registros de conjuntos; Conjuntos de registros

Arquivos: Conceito; Declaração; Manipulação; Estudos de Concepções(Arquivo direito acessado seqüencialmente; Arquivo seqüencial acessado randomicamente - arquivo indexado)

Modularizando Algoritmos: Módulos; Escopo de variáveis; Passagem de parâmetros; Contexto de módulo

Lista: Declaração; Manipulação

Filas: Declaração; Manipulação

Pilhas: Declaração; Manipulação

Árvores: Declaração; Manipulação

Banco de Dados

Desenvolvimento do Projeto

Metodologia de desenvolvimento do projeto Especificação

· Noções básicas sobre sistemas de informação

· Noções básicas de banco de dados Modelo Entidade-relacionamento (E-R)

· Conceitos referentes ao modelo E-R

· Entidade, relacionamento e atributos.

· Tipos de entidades

· Tipos de atributos

· Tipos de relacionamento

· Mapeamento de restrições

· Cardinalidade

· Dependências de existência

· Chaves

Conceitos referentes as extensões do modelo E-R

· Especialização, Generalização, Herança de atributos, Restrições do projeto, Agregação.

Regras de Normalização

· Primeira forma normal, Segunda forma normal, Terceira forma normal

Modelo Relacional

· Estrutura do modelo relacional

· Regras de mapeamento de dados do modelo E-R para o modelo relacional.

· Regras de mapeamento de dados das extensões do modelo E-R para o modelo relacional

Criar o banco de dados utilizando um SGBD

Criação do banco de dados, criação das tabelas no banco de dados, criação de restrições no banco de dados, criação das visões, criação dos procedimentos armazenados, criação de gatilhos, conhecimento do ambiente e das ferramentas do SGBD (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados).

Operações e Aplicativos

Editor de Texto - WORD - Introdução; Edição de texto; Operações com arquivos; Formatação; Modos de trabalho;

Formatação do documento. Mala direta; Ferramentas; Listas de marcadores de numeração.

Planilha eletrônica - EXCEL - Introdução; Criação de planilha; Seleção de faixas de células; Edição de planilhas;

Formatação das células. Trabalhando com a pasta de trabalho; Criação de planilhas de projeção; Funções;

Trabalhando com janelas. Projeção de dados; Impressão; Funções de procura; Gráficos.

Gerenciador de apresentações - POWER POINT - Introdução; Textos; Desenhos; Aplicação de recursos; Gráficos; Recursos avançados; Animação. Impressão; Slide show; Slide mestre; Efeitos de transição.

INTERNET - Configurações de Software; Internet Explorer, Mozilla Firefox. Estabelecimento de conexão com as principais aplicações da internet. WWW, FTP, E-mail, Chat, uso comercial, sites de busca, uso acadêmico

Redes de Computadores

Introdução a Redes: Tipos de Redes; Classificações; Componentes de uma Rede; Transmissão de Dados(modos, informação Analógica x Digital, modulação, Número Binários, Transmissão em série x Paralela

Protocolos: Conceitos; O modelo OSI; Padrão IEEE 802; NDIS e ODI

TCP/IP: Fundamentos; Endereçamento; ARP; RARP; IP; ICMP; UDP; TCP; Protocolos de Aplicação (DNS, Telnet, FTP, SMTP e http)

Outros Protocolos: IPX/SPX; X.25; Frama Relay; ATM; NetBEUI

Cabeamento: Cabo Coaxial; Par Trançado; Fibra Óptica; Redes sem Fio

Arquitetura de redes Locais: Ethernet; Token Ring; FDDI

Equipamentos de Redes: Repetidores e Hubs; Pontes e Switches; Roteadores

Segurança de Redes: Segurança Física da Rede; Segurança Preventiva de Dados; Sistemas Ativos de Segurança (Firewall, DMZ, Filtragem de Conteúdos)

Desempenho: Balanceamento de carga; Alta Disponibilidade

Estudo de Caso: Montagem de uma Rede Ponto-a-Ponto (Montagem Física, Compartilhamento de Impressoras, Compartilhamento de Arquivos; Compartilhamento de Modem)

Projetando uma Rede Cliente/Servidor: Fundamentos; Projeto (Servidor, Estação, Acesso); Instalação e Configuração (Placa de rede, Endereçamento, Roteamento, Instalação física, configuração dos micros clientes) Administração de Usuários: Fundamentos; Gerenciando Usuários e Grupos; Política de segurança; Auditoria e Autenticação

Servidores de Impressão e Arquivos: Fundamentos Servidores de Impressão (Auditoria e Acesso da Impressora partindo dos micros clientes); Servidores de Arquivos (Cotas, auditoria, Acesso, a diretórios compartilhados)

REFERÊNCIAS:

CAMPBELL, P. T. Instalando Redes em pequenas e médias empresas. São Paulo: Makron Books, 1997.

CARVALHO, José Eduardo M. Introdução às Redes de Micros. São Paulo: Makron Books, 1998.

CASAD, Joe. Aprenda em 24 horas TCP/IP. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

DATE, C. J. Introdução a sistemas de banco de dados. Ed. Campus, 2000.

FARRER, Harry. Algoritmos estruturados. Livros Técnicos e Científico (LTC), 3. ed. São Paulo, 1999.

FORBELLONE, André Luiz Villar. Lógica de programação - a construção de algorítmos e estrutura de dados. São Paulo: Makron Books, 1993.

GUIMARÃES, Ângelo de Moura. Algoritmos e estrutura de dados. Livros Técnicos e Científico (LTC) 1995.

HALLBERG, Bruce. Networking A Beginner's Guide. Berkeley: Osborne/MC GrawHill, 2000.

HAYDEN, Matt. Aprenda em 24 horas Redes, Ed. Campus, Rio de Janeiro, 1999.

HELD, Gilbert. Comunicação de Dados. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

KORT, Henry F., SILBERSCHATZ, Abraham. Sistemas de bancos de dados. 2. ed. São Paulo: Makron Books, 1995.

MACIEL, Francisco Marcelo de barros. Delphi 5.0 com MS-SQL 7.0 Server. 2. ed. São Paulo: Érica, 2000.

MANZANO, André Luiz; MANZAZNO, Maria Izabel. Estudo dirigido de Word 2000. São Paulo: Érica, 1999.

MANZANO, André Luiz; MANZAZNO, José Augusto. Estudo dirigido de Excel 2000. São Paulo: Érica, 1999.

MANZANO, André Luiz; MANZAZNO, João Carlos. Estudo dirigido de Powerpoint 2000. São Paulo: Érica, 1999.

MANZANO, José Augusto N.G. Algorítmos: lógica para o desenvolvimento de programação. São Paulo: Érica, 1996.

PRESS, Microsoft. Microsoft Office 97 Resourcekit. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

SOARES, Luiz. Redes de Computadores: das LANS, MANS e WANS às Redes ATM. Campus.

TANENBAUM, Andrew S. Redes de Computadores. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

TORRES, Gabriel. Rede de Computadores Curso Completo. Axcel Books - 2001.

VELOSO Paulo, Clesio dos Santos (et al.) Estrutura de dados. Rio de Janeiro, 1993.

LÍNGUA PORTUGUESA

CONTEÚDOS:

Uma vez que a prova para Docente terá caráter discursivo, o candidato deverá produzir seu texto levando em consideração os assuntos a seguir:

1. Estrutura do Texto Dissertativo. 2. Dissertação Argumentativa. 3. Estrutura do Parágrafo. 4. Tipos de Parágrafo. 5. Argumentação. 6. Coesão. 7. Coerência. 8. Ortografia. 9. Acentuação gráfica. 10. Pontuação. 11. Crase. 12. Morfossintaxe: flexão e emprego no contexto da enunciação. 13. Frase, oração e período. 14. Processo de coordenação e de subordinação. 15. Sintaxe de concordância e regência. 16. Semântica: uso apropriado de sinônimos e antônimos. 17. Conotação e denotação. 18. Uso apropriado de referências.

REFERÊNCIAS:

ANDRÉ, Hildebrando A. Gramática Ilustrada. 5. ed. Ed. Moderna, 1997.

CEGALA, Domingos Paschoal. Gramática da Língua Portuguesa. 26. ed. Cia. Ed. Nacional, 1985.

CIPRO NETO, Pasquale. Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale & Ulisses, 1. ed. Ed. Scipione, 1998.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003.

FERREIRA, Mauro. Aprender e Praticar Gramática. FTD, 1992.

GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação. São Paulo: Scipione, 2005.

HOUAISS, Antonio. Minidicionário HOUAISS da Língua Portuguesa. 2. ed. Ed. Objetiva, 2004.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. São Paulo: Scipione, 1998.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 8. ed. Ed. Saraiva, 1999.

CONSTRUÇÃO CIVIL - Mecânica de Solos

CONTEÚDOS:

1. Origem e Formação dos Solos;

2. Propriedades das partículas sólidas do solo;

3. Índices físicos;

4. Estrutura dos solos;

5. Plasticidade e Consistência dos solos;

6. Fenômenos capilares;

7. Compactação dos solos;

8. Classificação dos solos;

9. Movimento de águas nos solos;

10. Distribuição das pressões nos solos;

11. Condições de estabilidade nos muros de arrimo;

12. Pressões sobre galerias e tubulações enterradas;

13. Ensaios práticos de mecânicas dos solos.

REFERÊNCIAS:

1. CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos Solos e suas aplicações. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC. Vol. I

2. CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos Solos e suas aplicações. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC. Vol. II 3.

CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos Solos e suas aplicações. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC. Vol. III

LÍNGUA PORTUGUESA

CONTEÚDOS:

Uma vez que a prova para Docente terá caráter discursivo, o candidato deverá produzir seu texto levando em consideração os assuntos a seguir:

1. Estrutura do Texto Dissertativo.

2. Dissertação Argumentativa.

3. Estrutura do Parágrafo.

4. Tipos de Parágrafo.

5. Argumentação.

6. Coesão.

7. Coerência.

8. Ortografia.

9. Acentuação gráfica.

10. Pontuação.

11. Crase.

12. Morfossintaxe: flexão e emprego no contexto da enunciação.

13. Frase, oração e período.

14. Processo de coordenação e de subordinação.

15. Sintaxe de concordância e regência.

16. Semântica: uso apropriado de sinônimos e antônimos.

17. Conotação e denotação.

18. Uso apropriado de referências.

REFERÊNCIAS:

ANDRÉ, Hildebrando A. Gramática Ilustrada. 5. ed. Ed. Moderna, 1997.

CEGALA, Domingos Paschoal. Gramática da Língua Portuguesa. 26. ed. Cia. Ed. Nacional, 1985.

CIPRO NETO, Pasquale. Gramática da Língua Portuguesa / Pasquale & Ulisses, 1. ed. Ed. Scipione, 1998.

FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003.

FERREIRA, Mauro. Aprender e Praticar Gramática. FTD, 1992.

GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação. São Paulo: Scipione, 2005.

HOUAISS, Antonio. Minidicionário HOUAISS da Língua Portuguesa. 2. ed. Ed. Objetiva, 2004.

INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. São Paulo: Scipione, 1998.

MESQUITA, Roberto Melo. Gramática da Língua Portuguesa. 8. ed. Ed. Saraiva, 1999.

87239

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231